IT: A COISA ULTRAPASSA US$ 500 MILHÕES EM BILHETERIA NO MUNDO

2 months ago by in Sem categoria

Com direção de Andrés Muschietti, o longa é baseado no best-seller homônimo de Stephen King e está em cartaz nos cinemas brasileiros

 

It: A Coisa segue quebrando recordes e ultrapassou a marca de US$ 500 milhões de bilheteria em todo o mundo, após três semanas de seu lançamento conforme anúncio feito por Sue Kroll, presidente de Marketing e Distribuição Internacional da Warner Bros. Pictures. Com essa marca, o longa aclamado pela crítica se tornou o maior filme de terror de todos os tempos, quebrando o recorde de “O Exorcista” que já durava 44 anos (um dos mais longevos recordes da história do cinema).

Nos Estados Unidos, o filme já havia destruído inúmeros recordes locais em seu fim de semana de estreia, incluindo a maior abertura de um filme de terror e a maior abertura de setembro para qualquer gênero. Em outros mercados, It: A Coisa já aterrorizou uma enorme audiência global e continua sua assustadora trajetória.

Entre os recordes que o filme já quebrou, It: A Coisa registrou a maior abertura de um filme de terror em mais de 30 países, incluindo o Reino Unido, Rússia, Brasil, México e Austrália. Em 17 desses territórios, incluindo o Brasil, Reino Unido, a Rússia e a Austrália, o filme já se tornou o maior filme de terror de todos os tempos, com chances de crescer ainda mais.

“Ultrapassar US$ 500 milhões em bilheteria é uma raridade para qualquer filme, e no gênero de ‘terror’ é um fato ainda mais impressionante e estamos muito orgulhosos. A equipe e o elenco fizeram mais do que um sucesso na bilheteria; eles criaram um evento imperdível que reverberou em todo o mundo e ainda está forte. Parabenizamos o diretor Andy Muschietti, a extraordinária equipe produtora e todos os envolvidos em It: A Coisa por alcançar esse marco surpreendente”, afirma Kroll.

No Brasil, o filme contabiliza público de 3,4 milhões de pessoas e bilheteria de R$ 47, 8 milhões. 

Sobre o filme 

IT – A Coisa, o novo thriller de terror do diretor Andrés Muschietti (“Mama”) e produzido pela New Line Cinema, é baseado no best-seller homônimo de Stephen King, uma das obras mais populares do autor, que tem aterrorizado leitores há várias décadas.

Quando crianças começam a desaparecer misteriosamente na pequena cidade de Derry, no estado de Maine, um grupo de jovens é obrigado a enfrentar seus maiores medos ao desafiar um palhaço maligno chamado Pennywise, que há séculos deixa um rastro de morte e violência.

No elenco de IT – A Coisa estão Bill Skarsgård (“A Série Divergente: Convergente”, série “Hemlock Grove”) como o principal vilão da história, Pennywise. No conjunto de talentosos jovens atores do longa estão Jaeden Lieberher (“Destino Especial”), Jeremy Ray Taylor (“Alvin e os Esquilos: Na Estrada”), Sophia Lillis (“37”), Finn Wolfhard (série “Stranger Things”), Wyatt Oleff (“Guardiões da Galáxia”), Chosen Jacobs (“Cops and Robbers”), Jack Dylan Grazer (“Tales of Halloween”) e Nicholas Hamilton (“Capitão Fantástico”).

Andrés Muschietti dirige IT – A Coisa a partir do roteiro adaptado por Chase Palmer & Cary Fukunaga e Gary Dauberman. Dan Lin, Roy Lee, Seth Grahame-Smith, David Katzenberg e Barbara Muschietti são os produtores, e Marty P. Ewing, Doug Davison e Jon Silk assinam a produção executiva.

A competente equipe de criação por trás das câmeras inclui o diretor de fotografia Chung-Hoon Chung (“Eu, Você e a Garota que Vai Morrer”), o desenhista de produção Claude Paré (“Planeta dos Macacos: A Origem”), o editor Jason Ballantine (“O Grande Gatsby”) e a figurinista Janie Bryant (série “Mad Men”).

Uma produção da New Line Cinema, IT – A Coisa está em cartaz nos cinemas brasileiros, com distribuição da Warner Bros. Pictures, empresa da Warner Entertainment Company.

Nestablo Ramos

Designer, roteirista, desenhista de histórias em quadrinhos e, agora, apresentador de programa de rádio! Autor de 11 livros (3 em parceria com amigos), este carioca-brasiliense e amante dos quadrinhos desde criança, está sempre pensando em como transmitir sua mensagem de forma lúdica e espontânea. Alguns de seus livros são adotados por escolas de todo o Brasil.

%d blogueiros gostam disto: